domingo, 14 de agosto de 2016

Campanha vai para as ruas

Política dos Bastidores

Por Miguel Samuel de Araujo
Tudo acertado, agora..
Entramos na fase dos preparativos, com candidatos a prefeito e a vereador nas ruas, todos com a documentação e material  quase pronto. O nosso propósito é que tudo transcorra   com tranquilidade e o povo possa ganhar com o aprendizado e a oportunidade de conhecer proposta e escolher o representante para prefeito e vereador..
O Forum não é palanque
Inevitável a judicialização do processo, Paulínia já se acostumou com a mania de tirar as eleições das ruas e leva-las para o Forum. Não tem como evitar , só precisa bom senso por pate das pessoas. Todo mundo sabe o que pode ou não. Serão quarenta dias  de muita tensão
Nosso dever
De nossa parte,  vamos abrir os espaços e as páginas do Cromo, observando a lei e as orientações  quanto á veiculação da informação, sempre com o devido respeito que todos merecem, sempre respaldados no Poder Judiciário e Ministério públicos, instituições que sem as quais não haverá o ordenamento social neste período de embates das idéias..
Nosso direito
Da mesma forma, vamos garantir a nossa prerrogativa de tecer comentários , criticas e apontar propostas aqui neste espaço e no Editorial
Coligação gigante
Agora com a entrada de Palito como  candidato a vice, o candidato a prefeito Tuta Bosco se consolida como o candidato que lidera o maior contigente de pessoas em torno de uma candidatura  com o maior agrupamento de candidatos e cabos eleitorais. As chances se ampliam e o peso do fardo é bem maior..
A vice que ajuda
Candidatos a vereador da coligação do prefeito José Pavan Junior deram saltos de alegria com a escolha da colega Angela Duarte ( PRTB) para candidata a vice- prefeita. Com isso a chapa de candidato nas proporcionais fica mais leve e o PSDB como partido coligado respira melhor. A legenda tucana tem já dois vereadores eleitos.
Por outro lado
Por outro lado, se a escolha da vice alegra a rapazeada, o cabeça de chapa é uma incógnita. Esse negócio do Prefeito José Pavan Junior tentar um terceiro mandato leva insegurança para o eleitor mais atento , o que exige muita cintura dos candidatos a vereador em suas abordagens. Todo mundo sabe que Pavan pode não manter a candidatura e tentar o truque da substituição, como fez o também ex- prefeito Edson Moura em 2012
Formar chapas
Não foi tarefa fácil garantir chapas de vereadores dentro das coligações que agradassem a todos. O momento fez lembrar o ditado de que não se faz omelete sem quebrar ovos. Dirigentes partidários fizeram uma ginastica mental para acomodar os interesses dos grupos que querem se garantir no coeficiente eleitoral e garantir uma das 15 cadeira. O coficiente se constrói  com a divisão do numero de votos válidos por 15, o numero de cadeiras.
Bateu as contas
O advogado e diretor da Câmara de Cosmópolis, Antônio Trefliglio Neto comemora a aprovação das Contas da Casa pelo Tribunal de Contas do Estado ( TCE) sem nenhuma recomendação ou ressalva. Por mais que pareça uma situação da rotina da Casa, é no processo eleitoral que sentimos o que uma reprovação de contas pelo TCE perturba e prejudica o sonho de ex- presidente de Câmara de prosseguir sua carreira..
Molecada não perdoa
Numa roda de adultos da oposição, um grupo de adolescentes protesta contra o prefeito José Pavan Júnior por ele manter o Parque Ecológico fechado desde quando ele assumiu em 6 de fevereiro do ano passados, embora o estabelecimento já estivesse fechado desde o outro governo. Os meninos se declaram decepcionados por estarem impedidos de caçar Pokemons que vivem em bandos no Parque Armando Muller..Novidade. Pensavamos que no Bosquinho viviam só os animais ..
Pequenos partidos  marcam posição

O PCO ( Partido da Causa Operária) apresenta como candidato a prefeito o advogado e assessor de movimentos sociais , Daniel Messsias de Carvalho e o PSOL ( Partido Socilista pela Solidariedade tem como candidato, o comerciante Roberto Yamada
Isso foi bonito de ver
No sábado , dia 30, na Casa dos Conselhos 302 pessoas votaram para suplentes de Conselheiros do CMDPD ( Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
Milhares de pessoas  excluidas
 O segmento PCD ( Pessoa com Deficiência ) tem perto de 15 mil pessoas em Paulínia, segundo o IBGE. São pessoas que precisam das politicas publicas no campo da acessibiliade, emprego e inclusão. Que futuros gestores incluam em suas propostas e se eleitos cumpram as leis que asseguram os dieitos das pessoas, entre as quais centenas de crianças inscritas ou a espera de vagas na  Rede de Ensino








sábado, 6 de agosto de 2016

O eleitor de Paulínia começa analisar as opções ..


O Cromo Opinião
Juizo, serenidade e busca da inovação administrativa
Com a realização das convenções partidárias, define-se o quadro politico da cidade de Paulínia para a disputa eleitoral de 2016, cujas campanhas começam no próximo dia 16 de agosto para todas as candidaturas para prefeito e vereadores. O processo requer serenidade tanto da parte dos eleitores e eleitoras, como dos candidatos. Todas as stuações que afligem a população serão amplamente discutidas e tudo nos leva crer que a sociedade local clama por inovação no sistema administrativo para atender com agilidade as demandas reprimidas das politicas públicas , nas áreas da Assistência Social, Saúde, Educação e Infra estrutura urbana com planejamento estratégico feito com base na democracia participativa. Sem discursos mirabolantes de quem veio para inventar a roda, ela já está pronta , o que acontece que está mal direcionada. As politicas administrativas são diretrizes nacionais. A Política Nacional de Assistência, é só adequar para o município as diretrizes e direcionar os recursos inclusive nacionais disponíveis, assim como o Plano Nacional da Educação e as orientações do Ministério das Cidades. O gargalo de Pauínia, reside na distância entre a gestão e a sociedade, não por falta de condições , sim por falta de um plano politico definido. Basta que haja compromisso público, um orçamento bilionário pode contemplar muito bem os investimentos necessários em tecnologia da informação para encurtar a distância entre povo e governo. Neste processo que ora se inicia, o eleitor e a eleitora devem olhar para o futo de filhos e netos e projetar a visão do amanhã nas propostas e candidaturas para acertar na escolha.. É a nossa opinião.

Afonso Lima Batista compartilhou um link

sexta-feira, 22 de julho de 2016

ELEITOR DEVE AVALIAR O CANDIDATO

Política dos Bastidores
Por Miguel Samuel de Araujo

Colhendo o que plantou

Estamos na fase das convenções partidárias e no meio de Agosto exatamente, estaremos trombando em cabos eleitorais, candidatos e material de propaganda eleitoral pelas ruas. É a hora de testar conhecimentos, avaliar os pretendentes aos cargos para a Câmara e para a prefeitura. Sujeito que de hora para outra mudou de postura, fique de olho nele e olhe: muitos são assim..

Muitas lições

Com base nesse processo das convenções já é possível perceber o perfil dos candidatos. A vaidade, o orgulho, a soberba e sentimento de individualismo que se manifesta logo de cara. Não querem ceder em nada. 

Narigão empinado

É o tipo de pessoa que prefere ser um perdedor solitário , do que um dos ganhadores de um grupo que tem projeto claro de poder e que quer  apresentar um projeto de governo para a cidade, e que esse projeto seja capaz de contemplar as necessidades do povo e apontar soluções. Logo, essa pessoa se excluiu do processo , levado pela  própria prepotência e guarda para si as suas idéias malucas..
Quem é quem no jogo 

Agora nessa fase das convenções, os grupos se alinham e apresentam os candidatos, e começa oficialmente a busca pelos votos de mais de 60 mil eleitores da cidade. Na maioria dos casos, as siglas partidárias servem só para identificar os grupos, porque elas não resguardam mais o conteúdo ideológico que deveriam valorizar o que elas simbolizam.

Campanha da Fraternidade

Baixaram seus topetes, os pré- candidatos ou coordenadores de grupos, que vinham afirmando ter recursos de sobra ou o suficiente para uma boa campanha. Mudaram seus discursos e reajustam suas planilhas. Isso de certa forma é muito bom, impõe um novo modelo e tanto os mercenários do voto, quanto mercadores de ilusão perdem espaços. A Justiça eleitoral promete rigor acima do que estamos acostumados nos processos eleitorais.

Uso da máquina administrativa

Reiteramos nosso alerta para as recomendações que poderão prejudicar muitas pessoas. Tem gente usando de atos da administração para atrair eleitor das formas mais bestas que se pode imaginar. Uma delas, é uma personagem que nunca foi da política e diz no bairro que é de sua autoria o projeto de Academias ao ar Livre, há! há! há!..A criatura disputa uma vaga na Câmara..

Balas no pente

Não pensem os pavanistas que a possível candidatura do prefeito José Pavan Junior vai ser tranquila. Ele sabe que o caso dele é polêmico e tem muita conversa a esse respeito pelos bastidores. O mais curioso é que não vemos um plano B muito consolidado. Fala-se em Angela Duarte (PRTB), João Mota (PV) e o próprio Fábio Valadão (PRTB) que se o cavalo passar arreado ele pula em cima e chega a espora.

O imbróglio juridico politizado

O entendimento de que Pavan não pode ser candidato, vem do histórico conturbado que ele mesmo criou quando na condição de segundo mais votado em 2013, ele assumiu a prefeitura no lugar de Edson Moura Junior. Moura Junior reverteu o processo e assumiu, e em 6 de fevereiro de 2015 assumiu de novo. Ele foi prefeito eleito entre 2009 e 2012.. Tem três diplomas de prefeito. Se insistir, com certeza , Pavan vai conturbar tudo.

Imbróglio politico judicializado

Pelo visto, o prefeito gostou da experiência do período que se iniciou com ele em janeiro de 2013. A cidade viveu a insegurança de ter na chefia do Poder Executivo, alguém pendurado em liminar. Ninguém quer sofrer mais, embora pelo que se vê dos pavanistas , há uma disposição DO GRUPO DE BRIGAR, sem pensar no povo.

Já vimos o filme

 O cenário aponta para um ambiente igual o que a cidade viveu em 2012, quando Edson Moura  insistiu na candidatura e teve que ser substituído pelo filho na última hora e a cidade a partir dai,  entrou em pesadelo. Não sabemos da estratégia, de uma coisa, tudo mundo sabe: igualmente a Edson Moura, o Pavan tem filho que tem o mesmo nome dele.
Não explicam direito
Se uma pesquisa perguntar para o eleitor de Paulínia, se ele vota em candidato resguardado por uma liminar,com certeza a resposta será não. No que concordamos. Medida Liminar não é decisão definitiva. Todos sabem que Pavan está se preparando para buscar uma liminar para manter a candidatura.

O Ibope vem aí

Uma fonte nos revela que o Instituto Ibope passa uma sondagem de intenções na cidade por esses dias. O grupo interessado quer ter certeza em quem apostar todas as fichas neste jogo turbulento
Pedro fugiu com a noiva
Pelo que apuramos, o comentado casamento entre Dixon Carvalho (PP) e Adilson Palito ( SD)  não passou de sonho dos padrinhos, não rolou a química. Havia uma combinação em jogo. Iam rodar pesquisas para saber quem sairia como candidato a prefeito e quem seria vice.

Devolveu a aliança
 Um jornal estranho na cidade de nome Bom Dia Jundiaí, veiculou nas redes sociais uma pesquisa com empate técnico entre ambos e ligeira vantagem para Dixon Carvalho.

Esperou no altar

 Pronto, foi o suficiente para acontecer a Convenção do PP, na quarta- feira dia 20 e lançar  Carvalho como candidato a prefeito, tudo registrado em ata , conforme manda o figurino..Agora Palito põe o nome como possível candidato e fica livre do fardo que é ficar na dependência de pesquisa para saber se é candidato a prefeito ou a vice de Dixon Carvalho. Agora, ele está numa composição com o PRP, PT, PSB e PSC e o Carvalho vai só com o PP
 Foi o que apuramos até ás 14h00 da sexta- feira dia 22 , quando encerrávamos a presente edição. Neste horário, o presidente do SD , Mauro Torres  nos informou que o comando maior do grupo integrado por dirigentes e parlamentares prosseguiam numa reunião com discussões exaustivas..

Alinhado na performance

O ex- secretário da Receita de Paulínia.. Sanzio
Rodrigues, aposta na sua comunicação interpessoal na caminhada como pré- candidato a prefeito pelo PMDB. Ele passou um final de semana em um Hotel, em treinamento de alta performance como oratória, negociação , articulação de idéias e outras ferramentas para a boa comunicação. Seria bom se todos os candidatos ou pelo menos a maioria buscasse a capacitação em comunicação interpessoal antes da candidatura..



sábado, 16 de julho de 2016

A superação depende de cada indivíduo

 Desconstruir  crenças
A pessoa pode ter a deficiência que for, ou deparar com qualquer barreira ou obstáculo na vida. Ela supera conforme desenvolve a sua comunicação interpessoal ,a partir da desconstrução de bloqueios provocados por crenças negativas. Eu sei o que é isso..Uma hora eu explico: miguelsamuel@bol.com.br
De como tratamos ou lidamos com nossas crenças , depende o nosso sucesso..
1ª) O que são crenças ? Afinal, em que nós acreditamos e porquê ?
Antes de tudo , é preciso compreender como as crenças se formam para a gente .. Dentre as muitas informações que recebemos ao longo da vida, tem aquelas que nos chegam com uma ênfase maior e ocupam um destaque em nosso mapa de informações. Elas se fixam em nossas mentes e se tornam crenças. Vai daí a máxima do senso popular que pode até resumir a idéia sobre crença, é de que uma mentira contada repetidamente por muitas vezes se torna verdade.
Se recebemos a informação e não temos em nosso repertório algo registrado que a contraponha ou faça o confronto, ela permance alí. E alí ela fica para mover nossa vida enquanto não for desconstruída. Logo desde muito criança vamos formando nossas crenças com base no que ouvimos e vemos ou vivenciamos no meio onde vivemos. Com o tempo, vamos repassando adiante até que ela seja modificada, substituída ou desconstruída. São essas crenças que movem nossas vidas , como a de que o que aqui se faz, aqui de paga.. Ou então: As pessoas colhem o que elas plantam. São crenças arraigadas, enraizadas em nós que colocam as pessoas como julgadora da vida alheia
Logo , sempre que algo deixa de ser como a gente quer , esse é o registro acessado para justificar a situação com o questionamento do tipo: o! Deus, o que eu fiz para merecer isso . 
È só um exemplo de crença que está em nós de forma inconsciente
Curtir
Comentar

segunda-feira, 27 de junho de 2016

EM Paulinia SD e PP se juntam

Política  dos  Bastidores
Por  Miguel Samuel de Araujo

Essa  é a  prova do que tudo pode acontecer

Na política acontece coisas das mais  improváveis e cada pessoa as interpreta com o seu alcance de conhecimento. Vejam bem, depois  que as  legendas do SD e do PP se juntaram na disputa pelo comando da cidade de Paulínia, sendo que ambas as legendas abrigam um candidato a prefeito, sendo eles Dixon Carvalho e Adilson Palito, sendo que ambos os candidatos, até há poucos dias vinham jurando de que não abrem mão da cabeça da chapa, alguma  coisa pode estar sendo tramada por trás de negras cortinas. 

 Juntos e misturados


No mínimo, ambos estão fracos de bala e ficaram sócio no pente só por enquanto,  conforme for o carteado, depois se juntam com mais outros e outros.  Embora tenha chamado a  a atenção,o episódio parece não ter alterado o quadro  de disputa em Paulínia.
Já  era previsto
A rigor , embora juntos e abençoados por caciques, os dois cabeças de chapa representados neste ato, já vinham se conversando tem um tempo sob a  batuta do presidente do SD, o empresário Maurinho Torres, conforme nós de Política dos Bastidores já  havíamos antecipados. O que ainda não está oficializado ainda , é
 quem será o vice. Na boca miúda dizem que está definido e Palito espera mais um resultado de pesquisas e já admite que ele  ,o SD e o PP já bateram os martelos.

Algo não cheira  bem no reino

A  presença do principal articulador político e consultor do prefeito diariamente palpitando pelas redes sociais, é sinal de não ter ou estar á   procura o do que fazer.

Ação fútil

Agora , ele deu para pegar no pé  de Jurandir  Matos, ex- vice- prefeito e ex- secretário de Governo. Matos na coordenação política do pré – candidato a prefeito Tuta Bosco(PPS)  acha que João Natanael quer só provocar o pré- candidato  que nem liga para ele, há! há! há!
Desconforto político

A verdade é que a estratégia dos caras da máquina furou com a situação jurídica do prefeito José Pavan  Junior que vai precisar  dos votos da Câmara na aprovação de suas contas de 2012.Sendo assim , tem vereador ali já esfregando uma mão na outra para ver o Pavan naufragrar.. Embora  nunca assuma publicamente, todo mundo sabe que o atual prefeito jamais seria o candidato de Natanael em 2016 e até uma dia desses Pavan levou bem o nome dele com essa onda de


terceiro mandato. A onda passou e agora  quem é o candidato da  máquina ?

Xeretando na vida de outros

Para não esvaziar o grupo, o pessoal da máquina cumpre tabela , de olho nas candidaturas de Tuta, Pailito e Dixon  e deitam falação contra eles pelas redes sociais  por meio  de fakes , sendo que por trás desses fakes há pessoas habilidosas, entre elas um senhor de cabeça branca que não não engana mais ninguém  com suas posturas decadentes fazendo coro com o Cezinha..
Pavan não gosta de Sindicato
Isso está comprovado, foi assim na greve  e ate hoje ele não negocia os dias parados, com o pessoal da empresa de ônibus  e mais recentemente com o pessoal da Educação.

Vejam a  mancada

 O Sindicato preparou o ambiente de conversa, ouviu  a categoria e se  reuniu com o vereador.Como não nada representasse, ele recebe um grupo com a vereadora Angela  Duarte. Muito lamentável  a postura  do prefeito da vereadora e das servidoras esclarecidas que fizeram a pelegagem. Diretores do Sindicato estão indignados com o comportamento das partes que prejudicam a mobilização da categoria.  E o pior, tem professor que acham normal, o prefeito excluir  o Sindicato  do processo e ouvir da vereadora que o Sindicato faz politicagem. Com isso a Angela mostra  seu lado político convervador

Coisa  séria
Que  não venham agora, o prefeito, vereadores e os mais chegados  dizendo  que o movimento promovido pelo coletivo dos operacionais  contra as péssimas condições de trabalho não passa de politicagem.  Quem conhece a gestão de Inteligência  publicada na Revista Exame, fica abismado com o drama dos cozinheiros e merendeiros..


HOMENAGEM
Por quem repicam os  sinos... Marcia..



Fases importantes da política  de Paulínia ( 2012/2013) em que o PT participou ativamente, Márcia  Mendonça  teve atuação destacada na retaguarda da  direção focada na burocracia  partidária. Ela nos deixou  no dia  16 de junho

Nossa  gratidão !..
Nosso reconhecimento!..
Nossos sentimentos aos seus!..
Nossa  Saudade !...
Sua falta entre nós!;;





sábado, 11 de junho de 2016

EM PAULÌNIA, O DILEMA È SABER QUEM È O VICE..

Política dos Bastidores
Por Miguel Samuel de Araujo

Discussão sobre o vice
Há que se reconhecer o quanto dever ser pesado para alguém  que ao longo do tempo tem se apresentado a pré- candidato a prefeito  ter que declinar da posição e ser pré candidato a  vice- prefeito de alguém, a quem se declarou  adversário se a essa pessoa se referiu com desdém
As  cartas estão na mesa
Esse é o jogo e  só quem é do jogo seria capaz de enfrentar o desafio caso o cavalo passe arreado e ofereça a garupa para ser o vice, mesmo sendo alguém que como tática se apresentou no cenário como pré- candidato a prefeito..
Farol de milha
 Agora, tem os vices que por formalidade nunca se declaram que está no processo como quem não quer nada e não perde a oportunidade . É o caso de Mauro Torres , presidente do SD, cujo pré- candidato é o Palito. Ele nunca pleiteou a pré candidatura a prefeito e como bom articulador de forças em torno de um  projeto para a cidade ficar melhor do que está e dar um basta no modelo da velha política, ele topa qualquer parada , dente elas ser o vice de quem quer que seja
De  olho no retrovisor I
 Maurinho  Torres e foi sondado por algumas lideranças fortes  que apostam num arranjo e rearranjo de forças para reorganizar a cidade. Ele confirmou  a informação e espera avançar a conversa na qual ele está envolvido  sobre possíveis composições políticas entre candidatos e partidos;
Política de retrovisor II
Essa polêmica toda não passa de tipinho porque todos se conhecem, andaram juntos  e sabem da fila  que se forma na vista. Atropelando todo mundo vem a carreta da máquina administrativa que mesmo sem um piloto  eficiente e jogada em cima pode destruir todo mundo.
Juntos e misturados
 Maurinho foi parceiro de Tuta que ajudou Palito na  eleição de 2008, na campanha que o elegeu para vereador. Enquanto Pavan teve tratativas com Tuta em negócios de cultura e artes, com as produções da Famlly , empresa de eventos  que  Oras, juntos já beberam água na mesma bica, há! há! há!..A galera mais


 atenta já sabe..Agora se o Dixon ficar nessa que é a última bolacha do pacote que ele fique esperto, essa galera aqui citada pode se  juntar, viu  ?
Enquanto isso, o tempo passa
Campanha prevista para acontecer em 45 dias, na verdade será em tempo bem menor por causa das burocracia ( CNPJ, registro e abertura de conta )   e produção gráfica. Esse é um alerta para lideres e dirigentes partidários. Vira e mexe vamos tocar nesse assunto aqui
Política barata
Pelo andar da carruagem os corneteiros de plantão  vão acabar elegendo o Tuta de tanto que falam dele. O pessoal do Pavan, o acusa de ter laços com Edson Moura ex- prefeito  por  causa das relações em negócios relacionados aos  combustíveis e o pessoal do Moura o acusam de ser parceiro de Pavan em passado recente em atividades esportivas e culturais..
Mais um na área
Quando pensávamos  que já tinha na cidade, um numero suficiente e pré – candidatos a prefeito, mais u se manifesta. O ex- secretário da Segurança , Cícero Brito se apresenta como pretedente ao cargo pelo  PMDB  do ex- prefeito Edson Moura.Ele se apóia nos relacionamentos com o conjunto dos filiados e na capacidade de influência de Moura sobre eleitores da cidade.
Cercado de cobras
Quem precisa se cuidar se benzer e prestar a atençã o que fala e com quem anda, é o próprio prefeito  José Pavan Junior. Ele tenta na Justiça uma liminar para tentar o terceiro mandato, assunto polêmico nos meios jurídicos, o que não é nossa praia para opinar  liminar para se candidatar  ou não.
Filhotes de Escariotes
 Só que dentro de se próprio grupo, tem articulação forte por candidatura, o que significa falsidade a parte daqueles que o bajulam. Só o tempo dirá..
Clima de fraterno
Ao  contrário cimas acirrados com os quais deparamos na vida, neste sábado, dia 11 os associados da AE Paulinense  vão escolher a nova diretoria.  Mais de 900 associados têm  direito a votar , em uma das duas chapas:  uma encabeçada por Alexandre Favaro  e Marcondes  Piau. Dois esportistas considerados nossos aos quais desejamos sucesso e expressamos gratidão pelo empenho para manter a alegria de nossas famílias em ambiente iluminado por sabedoria, fraternidade e muito respeito..


domingo, 5 de junho de 2016

Dia do Meio Ambiente, Dia de Demagogia

Cromo Opinião

O  Dia  do Meio Ambiente
Mais do que oportuna a data para falar da vida  e sobre o que podemos fazer para melhorar a qualidade das nossas, bem como cuidar dos animais e todos os seres que garantem a sustentabilidade do Planeta. Por ser ano eleitoral, mais do que bem lembrado para que a população reforce seus pleitos e defesa das nascentes, dos rios  e córregos das plantas e todas as espécies. Inclusive os políticos aos quais o povo se dirige e os que só agora  erguem bandeiras, como se fizessem parte de uma outra espécie que nunca pisaram neste solo contaminado e nunca conviveram com o lixo e nem respiram o ar  contaminado. Não minimizamos o levante e movimento contra o lixo de Paulínia, só que não podemos perder de vista  que da indústria de lixo saiu ou sai os patrocínios para políticos e empreendimento dos que ora lideram manifestações. Muito bonita  a mudança de comportamento dos que se apresentam hoje como São Francisco de Assis que respirava o vento dos moinhos, bebia água dos ribeirinhos e fazia  festa com os menininhos e dava beber aos passarinhos. Só  que desde que surgiu a Estre, esses paladinos só pensavam no dinheirindo para patrocinar seus projetinhos, algo como uma revista ou livretinho ou então  um videozinho...  A vida nos prega supresas e agora querem por toda forma acabar com o monstrinho,  a montanha

 de lixo A situação em Paulínia  realmente é grave e medidas de remediação devem ser tomadas e a sociedade deve ser  permanentemente mobilizadas , não como palanques de oportunistas. A rigor, o céu  expõe na região do Parque da Represa  revoadas de de urubús anunciando o ambiente  que não tem como esconder com uma peneira e não temos como negar os cuidados e uso das tecnologias disponíveis , sem perder de vista que ao longo dos anos , audiências públicas foram realizadas sob o manto da lei e apoio das autoridades. Sem aprofundar na  questão,  é só uma reflexão..
 É a nossa opinião