domingo, 22 de maio de 2016

Paulinia na Velha politica

Cromo Opinião
Política  Velha se  apega na mentira

É nosso direito e dever destacar situações que caracterizam o quadro politico da cidade nas diferenças dos projetos que marcam a disputa eleitoral em 2016 na cidade de Paulínia. Só a avalanche de atos anunciados em vésperas de apresentação oficial de pré- candidaturas deixa evidente a característica do modelo velho que tenta se manter as custas de mentiras. Seus agentes se quer prestam a atenção ou fazem de propósito a repetição das velhas mentiras a ponto de nos remeter ao passado  recente, ou seja 2012-  com apresentação das melhorias do centro da cidade, antiga reivindicação dos empresários e a construção de uma ponte, com um projeto mal detalhado que parece algo que liga o nada a lugar nenhum. Só  o povo não sabe das coisas, ele promete tudo para esse ano,  sendo que a legislação eleitoral permitisse obras que sequer nem no papel  estão delineada. È fácil fazer maquetes, exibir vídeos , coisa e tal. Com isso, marqueteiros e maqueteiros tentam maquiar uma situação e apresentar o velho como o novo a ponto de pontuar um senhor em traje de menino em cima de um carrinho de rolimã  ladeira a baixo  literalmente. Ele consegue levar seu grupo ao delírio como se esse fosse o grande feito da gestão.  Sem grandes obras para apresentar e marcar sua característica de festejar reformas, ele manda seus aliados alardearem pela cidade que irá cortar a fita inaugural da reforma da Igreja , quando tudo mundo sabe que trata de esforços de fíeis, empresários católicos  sem pensar no mal estar que irá causar n comunidade.O recente desmentido da Petrobrás de que a atual gestão ia oferecer empregos na base para beneficiar paulinense  já serve para ter uma idéia de como esse grupo gestor mantem o velho estilo mentir . Uma hora informa que uma Organização não Governamental irá cuidar dos Animais do Parque Ecológico e no Fórum da cidade apresenta um Plano de reformas com cronograma de reformas para o empreendimento . Estamos no último semestre e nem certidões para as obras das casas e da ponte  foram providenciadas e vem a notícia de que está tudo acertado para o programa Minha Casa ,Minha  Vida e mais, trata- se de um projeto de uma empresa e não do governo municipal. Caro leitor, aos poucos vamos esclarecendo e desvendando as mentiras da Velha Política.. Saber , é nosso direito, esclarecer é nosso dever..

Presença da esposa compõe o marketing de Temer em Paulínia

Política dos Bastidores
Por Miguel Samuel de Araujo
Povo ouriçado
A imagem do ex- prefeito Edson Moura (PMDB) mostrada na mídia entre os presentes no discurso do presidente interino, Michel Temer, do mesmo partido chamou mais atenção de setores da politica local do que o fato em si. Nas rodinhas de conversa sempre que alguém se referia ao novo presidente , tinha a  pergunta: viram o Moura na tv ?. Gente, embora haja quem diga que o Temer não quer o Moura por perto, não é  a verdade.  Foi o Moura que ajeitou o ambiente para que o presidente  arranjasse a namoradinha ,  Marcela que se tornou esposa . Tudo rolou numa  festa promovida pelo empresário Paulo Berenguel..Fizemos matéria na época. Quem se esquece de um cupido ?    Só isso, há! há! há!..

Fora do jogo
 A rigor, o ex- prefeito está impedido de participar das eleições por força da condenação que tira seus direitos políticos por oito anos e o seu partido tem pouca expressão politica na  cidade. Tem quem não goste de nossos comentários. Não tem como negar que o líder da calça preta influencia politicamente muitas pessoas. Por três vezes prefeito , o cara criou laços fortes  na cidade; Tanto é que tem um pré – candidato a prefeito que não perde a oportunidade de se vestir igual. Só que esse padrão tem ônus e bônus para o rapaz, que vira e mexe é abordado para cobrancinhas   básicas, há! há! há!..
Pega na mentira
O reflexo das promessas e atos do prefeito José Pavan(PSDB)  lembra o refrão de uma música de Erasmo Carlos. Pelo adiantado do tempo para  as eleições , ele não irá promover as melhorias no centro, não vai construir a ponte sobre o rio, não vai entregar mil e tantas unidades mesmo porque as casas são de uma empresa privada e nem se sabe como vai ficar o programa Minha Casa Minha vida.
Dias atuais e promessas passadas
As licenças , as  certidões e outras providencias burocráticas demoram para serem tomadas , o que extrapolam o período d mandato que vai até 31 de dezembro  de 2016.Só falta prometer a Cidade Digital para repetir o discurso de 2912 e chamar o Chico Santa Rita, o marqueteiro dos milagres vem vendidos.
De  novo, pega na mentira  !..
 Isso tudo sem  contar a história da reforma do Parque Ecológico e da  fábula da possibilidade real para disputa do terceiro mandato.
Merece uma charge
 Vai daí, que o nosso considerado Mário Gralha, chargista  de mão cheia que no passado desconectou do corpo  a cabeça do ex- prefeito Edson Moura e seu assessor João Natanael com a charge do Pinóquio, está ouriçadíssimo para ilustrar os fatos, há ! há! há!.há...
Vai ferver pelas ruas
Só falta o Erasmo liberar gingle da campanha que o coral já ensaia para cantar o refrãozinho  da nossa paródia em homenagem á velha politica “ Pega na mentira “.. / pega na mentira/....
Ressaca da campanha
Assim para refrescar a memória,logo que acabar o processo, o Rei Roberto deverá libera essa, - agora em homenagem ao chefe da Velha Política: Vc foi,.. a mentira sincera/ brincadeira mais séria..  já aconteceu.. São estrofes que representam o modo como os  mentores da Política Velha  tratam as coisas do povo
Turma do Kit 5
Uma parte daqueles que foram na conversa  , iludidos pelo luxo do Hotel Vitória, gente talvez que nunca pisou em ambiente igual, já  declara desapontamento com o baixinho que para lá  os atraiu e os levou na lábia. Filmados, filmados, observados, possivelmente  processados e visados pela cidade estão prestes a caírem na realidade.

Palavras e artimanhas

A não ser que Daniel Messias, autor da denúncia faça xixi fora da pichorra ,pelo  foi por ele relatado, o bicho vai pegar.  Aí, neste  caso, é bom esclarecer que até por nós que divulgamos o fato, o moço  será esculachado e ficará para sempre desmoralizado .
Credibilidade em jogo
 Em princípio, a gente acredita na fonte que foi um Boletim de Ocorrência com denúncia  dessa história que escandalizou o processo político sobre as reuniões secretas em suítes de hotel de luxo.
Coisa mal arranjada
Enquanto por  um lado, o barco desliza sobre águas tranquilas, na outra ponta do oceano, está  o ex- secretario da Habitação com  a orelha quente por causa da entrega das casas do núcleo III, algo feito ás pressas por conta da virada do governo de Edson Moura Junior e José Pavan.
Tudo em nome da causa
O casal Waldery Antônio de Oliveira e Kelly Lemos dos Santos Camargo  nos contou que Danilo liberou a  entrada deles numa das casas daquelas do núcleo III. Só que passados três meses, apareceu o local Osvaldo Sabino se apresentando como legítimo proprietário da casa.
No seu devido lugar
Houve uma  ação de reintegração de posse, movida por Sabino e cumprida segundo eles, pelos os oficiais de Justiça Simoneti e Elder, com a proteção da GM -, que os levam a um sobrado na rua Suécia, no Jardim Europa. Contra Danilo pesam outras denúncias de vantagens e favorecimentos  que -, que se confirmadas poderão tirar o sono dele por histórias curiosas que o Cromo está levantando. Agora, a Secretaria da Promoção Social e dos Negócios Jurídicos estão com o” pepino “ nas mãos. O proprietário Odair Borracha quer receber pelo aluguel do imóvel que serviu de abrigo para famílias desalojadas, enquanto o casal diz não ter para onde ir.
Peixe  enfezado
È visível no semblante , a  decepção do vereador Marquinhos da Fiorella , hoje meio largado no PSB pelo grupo do prefeito José Pavan. Até um dia destes, ele usava seu tempo de palavra livre para enaltecer cada coisa feita pelo prefeito. Nós observadores chegamos até pensar que o “ Peixe  “, -como é chamado , o Marquinhos Fiorella seria o candidato da administração. Nada disso, o Peixe foi para a frigideira mesmo, por força da inveja de uns e outros. O moço caia cada dia mais nas graças do Pavan pelo seu jeito de falar.
História de  escorpião
  Deu para perceber no desabafo dele na última sessão Câmara, que até alguns aliados a com os quais ele repartiu a rapadura quando era presidente da Casa, o colocam para escanteio e põem o pé no caminho dele. Pura ingratidão numa ação orquestrada por quem não suporta o sucesso alheio. Reaja. Peixe dê seus pulos..
No  mais, as novidades
Interessante, o prefeito  José Pavan Junior anuncia em nota a punição das enfermeiras acusadas de agredir paciente no HMP e faz de conta que não sabe do risco de vida que a empresa de ônibus Novo Horizonte  colocou jovens estudantes. Como a mentira dura  até que a verdade chega-, aos poucos para a gente aqui-, vai ficando claro a relação rançosa das pessoas do governo com o vereador Tiguila (PPS), o vereador que se expôs para garantir a posse do Pavan e há tempos vem denunciando as péssimas condições da frota.
Privilégio aos grandes. Os fortes sabem
Vai daí, que agradecemos ao ex- entregador de jornal que observou com um certo espanto num desses panfletões  distriuidos de graça pela cidade, a nossa manchete “ Onde está o dinheiro do Cinema”. Seguinte cabeção, a gente explica aqui: o Pavan quando assumiu anunciou o corte de fornecedores e revisão de contratos , só dos médios e pequenos.   Engraçado que Pavan espinafrou Edson Moura Junior, o atecessor.  Só que manteve intactos o  contratões  como os do transportes e esse do Cinema que ele tanto criticou.  No período recente que a cidade nada fez em cinema, a empresa levou  mais de 70 milhões..Isso é Política de Bastidores.. Entendeu , cabeção ,  continue observando nossas machetes.  Sabe de nada inocente, há! há! há!..
Os fatos novos
O PP confirma Dixon  Carvalho, como candidato a prefeito, quando pensávamos que ele seria por hora o pré- candidato . Por outro lado, circula a informação de que o empresário e ex-  secretário da Saúde Renato Cardoso , amigo de  Dixon Carvalho  vai coordenar a campanha de Palito ( SD) para prefeito e não conseguimos falar com Mauro Torres presidente do SD para comentar  os fatos. Curioso também, foi o vídeo postado em que o deputado Ricardo Izar afirma que a Executiva do PP será mantida com  Dixon e Luciano Ramalho. Tudo muito curioso e cheio de mistérios.


Mais candidatos
Um movimento no meio político , aproveita a onda e articula no nome de Karlo Augusto Tedesch  pelo PSDC , como pré- candidato a prefeito. Ele é irmão de Marcela Temer, esposa do presidente da República, Michel Temer. Uma fonte nos confidenciou  que a possível pré- candidatura do moço está sendo discutida com as direções estadual e nacional do PSDC.
PTB   em ritmo de aquecimento nos vestiário
  Protegido de chuvas e trovoadas, Francisco Bonavita,  homem forte do pelotão de frente do deputado estadual Campos Machado e presidente do PTB em Paulínia, esconde o jogo e promete surpresas para breve.
Nós cumprimos com  o nosso dever

Após O Cromo trazer a público, na edição número 938 de 29/04/16, que duas organizações sociais que participaram da primeira sessão da licitação de R$ 54 milhões para gestão do HMP sem terem sido certificadas, a prefeitura publicou os certificados no Semanário desta semana. A próxima sessão está marcada para a próxima segunda-feira, 23 de maio, às 8h30m. Fica a dúvida: se os certificados são datados de 25 de fevereiro conforme consta do diário oficial do município, por que só foram publicados agora? É O Cromo fazendo seu serviço...




quarta-feira, 4 de maio de 2016

Ministro Gilmar Mendes salvaria a pele de Pavan ?

A Política dos Bastidores
Por Miguel Samuel de Araujo

Se a onça beber água, a gente bebe junto...
Na política, é sempre assim. A população dança conforme tocam os representantes do povo. Nosso foco está na reversão da lógica da velha política que nega a democracia participativa, um preceito Constitucional. Dois assuntos interessantes dominam as rodas de conversa na cidade: a remoção de animais do Parque Ecológico e a contratação da OS ( Organização Social) para administrar o Hospital.
Tipos de onça
Parece que estamos falando das notas de cinqüenta reais, só que pode ter muitas notinhas rolando porque o vereador Tiguila usou da vara curta, o que foi o suficiente para provocar o consultor político João Natanael. Ele desqualificou o vereador que cumpriu o seu dever, fez igual a vereadora Ângela fazia quando na oposição. Podia ser uma  pantera ou onça parda , o consultor focou na pintada, há! há! há..Esse assunto ainda vai render muita história no processo eleitoral e a pergunta que não cala:  O Natanael aguenta essa pintada ? Ela poderá vir a partir da provocação do vereador e o sujeito vai ter que liberar muitas oncinhas. Trata-se de um animal importante que mantido em cativeiro atrai muitas pessoas.
Nossa linguagem
 É preciso muita atenção na leitura dos nossos apontamentos.  Em forma de metáforas e analogias, eles trazem mensagens em cifradas. Muito cuidado com esse artifício de montar uma espécie de QG, numa suíte do Hotel Vitória.
Oncinhas que não compensam
 Isso poderá levar muita gente ao caminho da derrota, ou no mínimo ter muita dor de cabeça. Sorria, você já foi filmado, há! há! há!.. Não passa de ostentação barata de quem não consegue esconder qual cartilha segue e de quem é a bula que lê. Evidência da velha politica.

Os arranjos das forças e grupos
Passada a fase das filiações,  agora é processo da engenharia política  para compor chapas de vereadores e unir os pré- candidatos a vereadores dentro das coligações e as composições. Pré – candidatos a prefeito medem suas potencialidades, abrem as negociações  e buscam seus vices.
O ego das pessoas
Nesse ponto, é como uma contagem de garrafas. No gargalo, é difícil convencer um pré- candidato a prefeito sair de vice,  numa chapa com um outro, depois de tudo o que ele fez no período pré – eleitoral.Nessa hora, esquecem o discurso em defesa da cidade e passam a liberar o ego, esquecem que é melhor ganhar junto do que perder sozinho e de que é preciso uma composição para evitar o mal maior.
A construção da estrada
Nem sempre alguém irá chegar sozinho passando por cima de todos os obstáculos. Agora de uma coisa estejamos certos, com o fim da reeleição para prefeito, o vice – prefeito é sucessor natural, o que significa dizer que ele pavimenta o caminho em quatro anos, tempo suficiente para dominar e conhecer o percurso para contornar todos os obstáculos.
Caçando bruxas
Rumores dentro do Paço Municipal apontam que o clima da disputa contagiou o servidor, e o ambiente reflete nos usuários dos serviços. Entre os que trabalham vem um caldo grosso das chefias e tira até o fôlego do servidor. São insinuações que dividem os trabalhadores entre aliados e inimigos,  e nisso prevalecem os puxa-sacos. Enquanto isso, entre os que usam o serviço predomina  o medo de retaliação contra quem faz critica ao governo
Maquiagem pura
Da parte da máquina, daqui até 31 de dezembro é pura perfumaria, ôba, ôba e outras firulas. O prefeito reforma uma escola, já fazem um estardalhaço, o pessoal da empresa de manutenção das ruas faz arrastões de varrição nas entradas e fazem alardes, enquanto isso os mais politizados que ocupam cargos se tornam mais simpáticos no atendimento, sempre com o sorriso estampado. Bem por isso, já tem gente que torce para que as eleições aconteçam todos os anos
Período de aprendizado
Época boa essa, as pessoas se conhecem mais e até ficam surpreendidas com o assédio e simpatia,  de gente que  nunca sequer  desejou um bom dia, olhou no rosto ou foi tão gentil
Feio de ver
Desta vez, a EPTV ( retransmissora da Rede Globo) estragou a onda da maquiagem da prefeitura, ao expor o Estado do Sambódromo. Foi triste de ver as imagens de abandono e desperdício de dinheiro. Mais desolador mesmo, foi  ouvir a mentira de que em dois meses,  a prefeitura vai apresentar um projeto de reformas e adequação daquele espaço
Coisa de duvidar
Difícil acreditar que o ministro Gilmar Mendes teria dito ao prefeito José Pavan  Junior,  que ele está garantido como candidato. Pode não passar de coisa plantada para manter a esperança de que ele poderá concorrer a prefeitura ou, pelo menos jogar um balde de água fria naqueles que se apresentam como pré- candidatos como, Ângela  Duarte  e Fabio Valadão, isso porque o ambiente no grupo pilotado por Natanael, está muito tenso.
Afinidades e  coincidências
 Por causa de evidências, ficou muito feio expor um futuro presidente de Tribunal, no momento em que a credibilidade das instituições estão chamuscada por conta da crise política nacional. Advogados e outras personalidades estranharam o encontro reservado entre o prefeito e um magistrado da mais alta Corte de Justiça. Muita gente importante gostaria de assistir a aula do ministro Gilmar Mendes, há ! há! há !..
Aula particular
A aula foi paga com o dinheiro do povo.. Sendo assim nossa sugestão de título para a matéria seria: Pavan contrata por R$ 280 mil, o ministro que votou a favor dele para cassar Edson Moura. Pensem bem..





sexta-feira, 15 de abril de 2016

Prefeito de Paulinia perde o PSB e refugia em ninho tucano

A Política dos Bastidores
Por Miguel Samuel de Araujo

Sem fé e sem obras
   Numa  sinuca de bico, está o prefeito José Pavan Junior (PSDB)  nessa reta final de mandato. Sem cumprir o prometido e com aceitação popular duvidosa, por conta dos desgastes que em função do  desempenho de parte de sua equipe, ele deixa  péssimas lembranças.
O pessoal do PSB
Ficaram meio que sem rumo aquelas pessoas que se filiaram ao partido,  com as bençãos do prefeito  que não os avisou  que  trocaria o PSB de Jonas  Donizetti  pelo PSDB de Carlos Sampaio, deputado com quem seu grupo digladiou para tirar Dixon Carvalho do ninho tucano , que agora está no PP como pré- candidato
Carreira solo
No embaralhar das cartas, talvez só Marquinhos da Fiorela, o Peixe, poderá enfrentar a maré pela experiência acumulada em três mandatos, enquanto os demais terão que se virar para se acomodarem da nova situação.
Articulações : estratégia e táticas
Agora que  as definições partidárias e as lideranças estão concluídas, de acordo com umas fontes nossas, um novo quadro poderá se desenhar nos próximos dias, o que irá mexer com a cabeça de muita gente. A pedido,  vamos acompanhar sem alarde  e divulgar amplamente
Modelo Pavan de Moradia
Não bastasse a localização das casas anunciadas na boca do aterro sanitário, agora o prefeito de Paulínia insiste num loteamento bem do ladinho da pedreira da Galvani. A vereadora Ângela Duarte (PRTB) , líder do prefeito disse que há diminuição da zona de amortecimento de 250 para 50 metros da lavra  para dar oportunidade de moradia.. Muiamiga, a vereadora !.. há! há! há !.. As explosões de fazer tremer o chão, vai embalar o sono das criancinhas e tirar velhinhos mais cedo da cama.   Fábio Valadão, do mesmo partido,com sua verborragia ameaça um colega de processá-lo pelo tom das palavras, ao criticar o projeto de Pavan, encurtando a distância entre a pedreira e o loteamento.
Homens do jogo
Ainda não tem como avaliar o beneficio para a cidade, mas no processo de 2016, pelo menos meia dúzia de deputados federais  participam diretamente das articulações . Eles são ligados aos partidos que estão disputando. Tomara que agora, a cidade seja mais conectada  com o Palácio do Planalto..
Cinco mandatos
A crítica contundente e ataques ao vereador Marquinhos da Bola , descreve bem o dito popular  que  diz: “ Quem desdenha quer comprar”.. Com seu modo tranquilo de agir, o rapaz está no quinto mandato, faz sua parte , nem liga para ataques e avaliações rastaquera de que já nem vem levando a sério nem mesmo pela turma do kit-5, principalmente depois da roubada de perder o PSB  com vários pré- candidatos
Sinais dos tempos
Teve eleitor nosso que desconheceu aquele gordinho de cabeça branca  da capa do Cromo da edição passada, na matéria do Hotel Vitória. Gotas de orvalho adornando uma cabeça de repolho, revela um tempo promissor de muita prosperidade, grana aos pacotes , muita gente por perto, entre eles bajuladores, policiais, oficiais de justiças e outros observadores.
 Em tempo, a aparição dele no Bar Maria Azeitona promete atrair pessoas para o local com as mais variadas intenções. Seria a antecipação da vinda do Papai Noel moderno, o gordinho da cabeça branca?
A força dos servidores
Enquanto olham para a lua e para seus próprios umbigos, os trabalhadores do serviço público municipal observam tudo sem chance de participação em propostas administrativas, nem mesmo naquelas que diz respeito aos interesses da categoria. O pessoal de Pavan não acredita na influência do servidor em processos eleitorais.
Retrato do governo
Aldo Lima Guimarães, senhor de 80 anos e militante social se declara desapontado com o estado em que se encontra a Biblioteca Virtual. Prédio abandonado e entregue a usuários de droga . No local parece funcionar uma boca ou um ponto de encontro de usuários de crack.
Deu na mídia da região
Um menino de 3 anos morador de Paulínia (SP) morreu nesta terça-feira (12) por suspeita de gripe H1N1. A criança estava internada em um hospital de Campinas (SP) e sofria de problemas respiratórios, de acordo com a Prefeitura de Paulínia.
Ele teve a Síndrome Respiratória Aguda Grave,  que pode ser causada por complicações de qualquer tipo de gripe - e o Instituto Adolfo Lutz investiga se a causa pode ter sido o vírus H1N1.
Repercussão política
A líder do governo, Ângela Duarte e o secretário da Saúde, Ricardo Carajeleascov, até um dia desses juravam que na cidade não tinha nenhum caso da doença. Em nota a prefeitura informa que irá cuidar de vacinar o público alvo. De seu lado, Gustavo Yatecola, pede urgência da prefeitura e Sandro Caprino faz requerimento para que sejam atendidos os servidores. Independente de estarmos em ano eleitoral, todas as pessoas devem ser cuidadas sempre
De novo, as ambulâncias
O trabalhador José Carlos da Silva, conhecido como Zé dos Búzios, reclama que as ambulâncias demoram muito quando chamadas mesmo em casos graves. Ele precisou para buscá-lo no João Aranha e demorou quase duas horas e por pouco  a situação não se agravou..

Consultor incomodado
O presidente do PPS, Tuta Bosco, observa o incômodo que ele causa ao consultor político do grupo Pavan, João Natanael,  que agora insiste em relacioná-lo ao ex- prefeito Edson Moura, sendo que foi o próprio Natanael que surgiu na política pelas mãos de Moura. Em seu perfil no face, Tuta destacou que segue seu projeto sem tempo para esse tipo de ataques, e lamenta o jogo rasteiro ao invés de discutir a cidade
Imagem do resultado
Aos poucos, pirâmide de entulhos mostrada pela edição passada do Cromo, diminuiu.  Sinal de que estamos contribuindo para alertar autoridades. Nosso papel.










quarta-feira, 13 de abril de 2016

Discurso politico lembra ditos populares..

A Política dos Bastidores
Por
Miguel Samuel de Araujo
O adágio popular
Provérbios e ditos do povo podem muito bem serem aplicados na Política, para compreender situações nas quais as pessoas se metem, sem pensar nas consequências e depois reclamam. E ai, sempre acham os culpados, e geralmente o peso recai sobre os ombros de quem cuida de dar noticias, como é o nosso caso, aqui em Paulínia.
O dito pelo não dito
Aqui, o “ Não dito, é o filho do Benedito que quer ser prefeito só  porque  Benedito Carvalho, o Dr. Benedito, marcou uma época da velha Paulínia.
O nosso folclore
 Quando deixou a cidade em 1988, no final do mandato, a frase dele que marcou foi: “ Em política, o meu carro não tem marcha ré, há! há! há!..Ao vê-lo transitando pelos meios políticos de Paulínia na quarta tentativa de eleger o filho, um leitor brincalhão  observa: “O Doutor Benedito confirma que terra é redonda, há! há! há!..
Deixou o ninho
  Depois de deixar o PSDB, Dixon agora parece ter firmado sua candidatura pelo PP, como ungido pelo deputado federal Ricardo Izar, abençoado pelo padrinho tucano Carlos Sampaio
Então ficou bem assim
Dentro da linha dos ditos populares, afirma-se que: “ Quem não pode com a mandinga não carregue patuá”. Isso porque o duelo entre os grupos liderados por Dixon Carvalho e André Zanovelo se engalfinharam dentro do PSDB, ambiente que deixou, tucano baqueado , pavão  depenado e avestruz machucado.  No fim das contas prevaleceu o ditado: “Quem não aguenta o carteado , que não desça para o play”.
 Vidro que não solda
Eles até vivem perto se alguém encostar um no outro, como é o caso de uma possível aliança PP e SD. Embora Adilson Palito, pré candidato a prefeito pelo SD negue que poderá sair como vice de Dixon, andando com ele a tira colo pra baixo e pra cima.
A  evidência reside nas boas relações entre Ricardo Izar e o presidente do SD/Paulínia, Mauro Torres. Ainda pode entornar o caldo,não vos assusteis se por acaso  verem Sandro Caprino do PRB empareado com Dixon Carvalho pelas ruas e o conduzindo para um templo da Igreja Universal do Reino de Deus.
Causa justa
 Isso porque Izar está de conversas fortes com o deputado federal Celso Russomano, candidato do PRB em São Paulo. Logo a aliança poderá se estender até Paulínia.

Pelas ondas da radio peão
Tudo pode não passar de especulação para desconstruir o approach entre Sandro, e o articulador político João Natanael para ser o candidato a prefeito pela máquina que praticamente está sem opção. Embora em campanhas passadas, tenha resistido fazer campanha para Carvalho, no meio evangélico, alegando que ele estaria contra os princípios da Igreja Universal, Sandrinho foi empregado numa das boates de Dixon nos anos 80.

Homens de juízo
Depois que pegou a idade, Sandrinho se converteu , passou a trilhar pelas veredas da Igreja e abandonou a vida profana.  Dixon também se converteu e constituiu família. A vida tem uma dinâmica que como dissemos junta cacos de vidro quebrado. Só que não cola.
Vitória de Pirro
Embora possa não parecer, denuncia contra a reunião de Natanael um hotel da cidade para aliciar futuros pré- candidatos a vereador para o grupo da máquina do governo mostra já o prenúncio da derrota , embora o local seja o Hotel Vitória. Como um cara averiguado pela polícia e Ministério Público, Natanael está sob suspeição, o que afugenta pessoas dele.
Notícia é nosso trabalho
Tudo aconteceu porque Gerson de Souza, irmão dele ,deu na cara que conduzia pessoas para o Hotel e Anderson Henrique, que se declara líder da juventude, postou  no perfil do face, três  fotos dele no Bar Maria Azeitona junto com Natanael e a secretária da Promoção Social ,Mara Ferrari, está tudo no depoimento prestado na delegacia pelo autor da denúncia.
Todos podem saber
 São documentos públicos e as notícias circulam, assim como falam de um inquérito sobre apropriação indébita contra uma personalidade política. Com essas e outras, imagine como será o clima no Fórum e delegacia..

Seis por meia dúzia
Pouca gente entendeu os motivos que levaram Francisco Gabriel Neto, o Bie, tido como fiel escudeiro do pré candidato, Mario Lacerda (PRP) optar pela proposta de Sanzio Rodrigues (PMDB). Junto com ele também deixam o grupo de Lacerda, Arthur Freire, Edgar de Morais e Grimaldo José dos Reis.
 Desenho retocado
A oficialização da pré- candidatura de Sanzio pelo PMDB e o posicionamento das pessoas que o prestigiaram no ato da filiação, o  tom da tinta de Mário Lacerda como representante do grupo de Edson Moura, fica meio que  desbotado. Com isso, os alardes sobre o flerte do grupo do PRP com o grupo da máquina ganha força no meio político.
O difícil consenso
 Praticamente, o grupo do prefeito Pavan, está sem um nome certo para candidato e o articulador principal desse grupo já foi visto em cafezinhos com Mário Lacerda. Nada a estranhar. A rigor, Lacerda é um espécie de menino rebelde de Junior Pavan, com quem começou em 1996 e virou vereador, declarando apoio ao prefeito Dude Vedovello na reta final da campanha. E em 2.000 se reelegeu pela chapa de Pavan que perdeu para Edson Moura. Muito discretamente, hoje ele e Natanael andam de flerte, tal qual um pombo que corteja a pomba.
Contando garrafas
Uma vez definidas as filiações, os grupos agora montam suas artilharias, cada qual com o que tem  e neste momento entram em campo os vendedores de dossiês. Se comparado com o futebol, eles são como aqueles caras que cuidam da demarcação do gramado, momentos antes do jogo..
Mostram a cara
Na verdade, são pessoas que vivem do jogo sujo, só aparecem nas vésperas de campanha dizendo que tem informações contra esse e contra aquele. Proposta de melhorias da cidade, nada.
Diferente no jeito, semelhante nos atos
Se comparar direito, os modos de Pavan e Moura não se diferencia e a cidade continua na mesma há muitos anos. Um segue o projeto do outro..







terça-feira, 8 de março de 2016

PRESENTE DA JUNTA GOVERNATIVA PODE CAIR EM ASSEMBÈIA

Assembléia decide pela impugnação da chapa do professor André Silva, o Tchaca
Em asssembléia convocada para a quarta – feira , dia 9, ás 19 horas na Sede do Sindicato, os servidores públicos municipais decidem pelo pedido de impugnação da Chapa 3, encabeçada pelo professor André Silva, acusado de uso indevido da máquina Sindical em benefício de seu grupo. Tchaca é presidente da Junta Governativa eleita em assembleia no final do ano passado para gerir a estrutura administrativa do Sindicato e ajudar o interventor nomeado pela Justiça para encaminhar as eleições. O grupo liderado por Tchaca rompeu com lideranças aliadas , como Luiz Angelo de Freitas , chapa 2, Idu Albino, ex candidato a presidente de quem Tchaca foi coordenador. Entre os servidores , ele ganhou o apelido de Tchaca Raxa pela façanha de desagregar os servidores ao invés de cuidar do processo das eleições. Fazem parte da chapa 3- um numero suficiente de servidores que uma vez afastado dá a chapa como impugnada. O tesoureiro da JUNTA, o ex- corregedor da Guarda, Emeric , mesmo sendo indicado por Eudinei Cabral, ajudou alardear insinuações contra a diretoria de Cabral e nada provou em Assembleia, não organizou auditoria e fez politica contra outras lideranças. O pessoal das Chapas 1, e 2 ( autora de denúncia) com certeza votarão pela impugnação
A denúncia de irregularidade parte do candidato a presidente pela chapa 2.

Luiz Angelo entende que o lider da chapa 3, o Tchaca usou a influência do cargo para fazer politica em seu benefício

ElEIÇÃO SINDICAL DE PAULÌNIA : mesmo sob intervenção, presidente da JUNTA GOVERNATIVA TUMULTUA

Eleição Sindical
Resumo dos fatos


Cumpre  -nos    esclarecer o que acontece em relação a briga de bastidores e dos processos que a Chapa 2 e a Chapa 3 estão causando nas eleições sindicais de 2016. Ocasionando assim um enorme transtorno ao servidor público.

Pedimos que leiam com atenção e busquem refletir com inteligência e cautela para poderem entender o cenário todo. Na próxima edição, o Jornal o CROMO em sua edição impressa  e na Coluna Política dos Bastidores  iremos retomar o assunto com os desfechos da Assembéia

Como ocorreu a Impugnação e o desenrolar dos fatos:
1 - Da Eleição da Junta Governativa e o ACORDO
Quando venceu o prazo de governo da antiga diretoria comandada pelo ex-presidente Eudinei Cabral e como rege o estatuto do sindicato, foi convocado uma Assembléia para nomear a Junta Governativa que iria administrar a entidade pelos próximos 120 dias.

Dentre as atribuições colocadas, uma delas seria de que a Junta Governativa ajudaria o Interventor a dar andamento nas eleições. A então Chapa 3 - Opção Certa que participou das eleições de 2015 onde o presidente da Chapa era o Idu Ribeiro e tendo como coordenador de campanha o André da Silva e como advogado o Dr. Roberto combinaram entre eles de elegerem uma junta formada por apoiadores da Chapa 3 - Opção Certa, deixando claro que essas pessoas não poderiam participar do processo eleitoral que se daria pelo interventor no ano de 2016.

A assembléia no qual seria escolhida essa Junta Governativa não foi amplamente divulgada para os servidores. Pois, não era de interesse dos representantes da antiga Chapa 3 do Idu Ribeiro, nem da antiga Administração do Cabral e nem dos apoiadores, dentre eles o André Silva.

Um grupo formado por apoiadores e integrantes da antiga "Chapa 3 - Opção Certa" acordou com o ex-presidente do sindicato Sr. Eudinei Cabral a votação por bloco durante a assembléia. Porque estavam com um bloco pré-montado e com posições marcadas.

Segundo o estatuto a votação deveria ser por “respectivos cargos”, ou seja, individualmente. Porém a "Chapa 3 - Opção Certa", organizados com informações privilegiadas e em maioria. Com a estratégia já montada, abriu para deliberação a votação por bloco que foi prontamente acatada pelo então Eudinei Cabral  e dessa forma saíram vencedores.

Devido a manipulação e articulação de como se montou todo esse cenário, existia apenas um bloco. Justamente o que a antiga "Chapa 3 - Opção Certa" levou. Sendo assim os vencedores, tendo como presidente da Junta Governativa o André da Silva, e o Emerik como tesoureiro.

Para reflexão:
Qual era a intenção de se ter um grupo de apoiadores na direção do Sindicato?
Por que  mudar as regras estatutárias de “respectivos cargos” para votação “por bloco”?
Por que não alertar os servidores fazendo ampla divulgação da Assembléia?

2 - Do desenrolar dos fatos:
Estratégia perfeita montada de comum acordo entre advogado, Chapa 3, apoiadores e antigo sindicato se não fosse o “mudar” de ideia do então presidente da Junta Governativa André da Silva em não cumprir com o plano, pois agora em posse do cargo majoritário da instituição, resolveu  montar sua própria chapa deixando de lado o acordo com o grupo. Tratou seus companheiros de luta como meros instrumentos para chegar onde queria.

Alguns dias antes de sair o Edital das inscrições para novas eleições do Sindicato ocorreram então um RACHA. O que acabou dividindo em três grupos a antiga "Chapa 3 - Opção Certa" do então encabeçador "Idu Ribeiro".

Ficou dividido assim então:
O grupo do Idu (antiga Chapa 3 - Opção Certa)
O grupo do André da Silva (atual presidente da Junta Governativa)
O grupo do Luiz Ângelo (Luizinho).

Dessa confusão e traição toda surgiram as Chapas:
Chapa 2 - Vem para Luta - Presidente Luiz Ângelo
Chapa 3 - Todos Juntos Somos Fortes - Presidente André da Silva
Chapa 4 - Opção Certa - Presidente Idu Ribeiro (Que não conseguiu se inscrever na atual eleição.)

Ou seja, todos dissidentes do mesmo grupo que se articularam para pegar a direção do Sindicato em acordo com a antiga administração de Cabral.

Para reflexão:
O que André da Silva pretendia ao dizer que não encabeçaria nenhuma chapa para conseguir apoio do grupo para se eleger presidente da junta?
Quais pessoas se sentiram prejudicadas com a manobra?
Qual o compromisso de transparência e democracia com os servidores?

3 - Posicionamento da "Chapa 1 - União e Luta" sobre os fatos e sobre a impugnação.
Dado o posicionamento do interventor de que recomeçaria um novo processo eleitoral. Começamos o trabalho de compor um grupo tendo como principal embasamento para nossa constituição os ideais de lutas para categoria sem conchavos políticos e com transparência. Começou aí a formação da Chapa 1.

Nossa intenção em relação ao novo processo era que o mesmo ocorresse de forma tranquila sem causar tumulto jurídico, devido ao degaste do processo da eleição anterior de 2015 e em respeito aos servidores que são associados a instituição e  a toda categoria de maneira geral que anda desacreditada da instituição.

Estivemos presente na assembléia de eleição da Junta Governativa e alertamos sobre o fato de  que no estatuto não prevê a votação por bloco, mas como já foi dito logo acima, os conchavos já estavam armados para ter uma eleição manipulada

Discordamos totalmente do posicionamento adotado pelo presidente da junta André da Silva, atual encabeçador da "Chapa 3 - Todos Juntos Somos Fortes" porque:


  • O mesmo não honrou o compromisso feito com seus companheiros, tendo uma postura anti-ética e moralmente questionável;
  • Utilizou-se da posição de presidente provisório da entidade para se auto promover, tanto que um dos slogans utilizado é “estamos fazendo”;
  • Questões sobre a situação financeira da entidade não foram levadas ao conhecimento de todos os servidores! Por quê?
  • Colocou uma cortina de fumaça na entidade e não mostra a real verdade do que esta acontecendo no sindicato.
  • Não instaurou nenhuma auditoria nas contas do sindicato para averiguar possíveis irregularidades.
  • Ele e seu grupo têm trazido à discórdia e luta pelo poder, que se iniciou na antiga Chapa 3 - Opção Certa, para dentro das eleições sindicais. Não tendo o menor respeito pelo funcionalismo público.


Porém a situação da Chapa 2, também é questionável uma vez que a mesma se beneficiaria do fatídico acordo. E somente hoje apresenta a denúncia porque agora se vê prejudicada e traída pelo André da Silva.